Negro é lindo. Negro é amor. Negro é amigo. Negro também é Filho de Deus. E como fervo também é luta, a AFROnto realiza uma edição pra lá de especial em pleno Dia da Consciência Negra.

A festa começa às 16h no Bar do Jamaica, na Praça do Carmo. A proposta é do ‘pague o quanto puder’.

DJs, Poetisa Ádrian Neves (Slam Dandaras do Norte), Jeff Moraes da banda Zimba Groove, MC Pelé Do Manifesto, Wekid de Gana, P.R.E.T.A.S (Ewer Muniz e Rosa Ferreira), performance de drags, feira preta, grafite e exposição fotográfica fazem do evento um espaço de interação e valorização da cultura negra e periférica por meio da música, da arte, da estética negra, representatividade e resistência.

Funk, rap, axé, samba e toda musica boa criada por negros que faz a gente se acabar na pista.

 

Comments

comments